RAG para nuvens privadas: como funciona?

Você já se perguntou como as nuvens privadas gerenciam todas as suas informações e tomam decisões inteligentes?

É aí que entra o Retrieval-Augmented Generation (RAG).

É uma ferramenta superinteligente que ajuda as nuvens privadas a encontrar as informações certas e a gerar coisas úteis a partir delas.

Este blog é sobre como o RAG faz sua mágica em nuvens privadas, usando ferramentas fáceis e truques inteligentes para tornar tudo mais suave e melhor.

Mergulhe de cabeça.

Entendendo o RAG: o que é?

Retrieval-Augmented Generation (RAG) é uma tecnologia de ponta usada em sistemas de processamento de linguagem natural (NLP) e de recuperação de informações.

Ele combina dois processos fundamentais: recuperação e geração.

  1. Recuperação: No RAG, o processo de recuperação envolve a busca de dados relevantes de várias fontes externas, como repositórios de documentos, bancos de dados ou APIs. Esses dados externos podem ser diversos, abrangendo informações de diferentes fontes e formatos.

  2. Geração: Depois que os dados relevantes são recuperados, o processo de geração envolve a criação ou geração de novos conteúdos, insights ou respostas com base nas informações recuperadas. Esse conteúdo gerado complementa os dados existentes e ajuda na tomada de decisões ou no fornecimento de respostas precisas.

Como funciona o RAG?

Agora, vamos entender como o RAG funciona.

Preparação de dados

A etapa inicial envolve a conversão dos documentos armazenados em uma coleção e das consultas do usuário em um formato comparável. Essa etapa é fundamental para a realização de pesquisas de similaridade.

Representação numérica (Embeddings)

Para tornar os documentos e as consultas dos usuários comparáveis para pesquisas de similaridade, eles são convertidos em representações numéricas chamadas de embeddings.

Esses embeddings são criados usando modelos sofisticados de linguagem de embedding e servem essencialmente como vetores numéricos que representam os conceitos no texto.

Banco de dados vetorial

Os documentos incorporados, que são representações numéricas do texto, podem ser armazenados em bancos de dados vetoriais como o Chroma ou o Weaviate. Esses bancos de dados permitem o armazenamento e a recuperação eficientes de embeddings para pesquisas de similaridade.

Pesquisa de similaridade

Com base na incorporação gerada a partir da consulta do usuário, é realizada uma pesquisa de similaridade no espaço de incorporação. Essa pesquisa tem como objetivo identificar textos ou documentos semelhantes da coleção com base na semelhança numérica de seus embeddings.

Adição de contexto

Depois de identificar um texto semelhante, o conteúdo recuperado (prompt + texto inserido) é adicionado ao contexto. Esse contexto ampliado, que inclui o prompt original e os dados externos relevantes, é então inserido em um modelo de linguagem (LLM).

Saída do modelo

O modelo de linguagem processa o contexto com dados externos relevantes, o que permite gerar resultados ou respostas mais precisos e contextualmente relevantes.

Leia mais: O que é a estrutura da API RAG e como ela funciona?

5 etapas para implementar o RAG em ambientes de nuvem privada

Veja abaixo um guia abrangente sobre a implementação do RAG em nuvens privadas:

1. Avaliação da prontidão da infraestrutura

Comece avaliando a infraestrutura de nuvem privada existente. Avaliar os recursos de hardware, software e rede para garantir a compatibilidade com a implementação do RAG. Identifique as possíveis restrições ou requisitos para uma integração perfeita.

2. Coleta e preparação de dados

Reúna dados relevantes de diversas fontes em seu ambiente de nuvem privada. Isso pode incluir repositórios de documentos, bancos de dados, APIs e outras fontes de dados internas.

Assegurar que os dados coletados sejam organizados, limpos e preparados para processamento posterior. Os dados devem estar em um formato que possa ser facilmente inserido no sistema RAG para processos de recuperação e geração.

3. Seleção de modelos de linguagem de incorporação adequados

Escolha modelos de linguagem de incorporação adequados que se alinhem aos requisitos e à escala de seu ambiente de nuvem privada. Modelos como BERT, GPT ou outros modelos avançados de linguagem podem ser considerados com base em suas métricas de compatibilidade e desempenho.

4. Integração de sistemas de incorporação

Implementar sistemas ou estruturas capazes de converter documentos e consultas de usuários em representações numéricas (embeddings). Certifique-se de que essas incorporações capturem com precisão o significado semântico e o contexto dos dados de texto.

Configure bancos de dados de vetores (por exemplo, Chroma, Weaviate) para armazenar e gerenciar esses embeddings de forma eficiente, permitindo a recuperação rápida e pesquisas de similaridade.

5. Testes e otimização

Realizar testes rigorosos para validar a funcionalidade, a precisão e a eficiência do sistema RAG implementado no ambiente de nuvem privada. Teste diferentes cenários para identificar possíveis limitações ou áreas de melhoria.

Otimize o sistema com base nos resultados dos testes e no feedback, refinando algoritmos, ajustando parâmetros ou atualizando componentes de hardware/software conforme necessário para obter melhor desempenho.

6 Ferramentas para implementação de RAG em nuvens privadas

Aqui está uma visão geral das ferramentas e estruturas essenciais para a implementação do Retrieval-Augmented Generation (RAG) em ambientes de nuvem privada:

1. Incorporação de modelos de linguagem

  • BERT (Bidirectional Encoder Representations from Transformers): O BERT é um modelo de linguagem avançado e pré-treinado, projetado para entender o contexto das palavras nas consultas de pesquisa. Ele pode ser ajustado para tarefas específicas de recuperação em ambientes de nuvem privada.
  • GPT (Generative Pre-trained Transformer): Os modelos GPT são excelentes na geração de texto semelhante ao humano com base em solicitações fornecidas. Eles podem ser fundamentais para gerar respostas ou conteúdo em sistemas RAG.

2. Bancos de dados vetoriais

  • Croma: O Chroma é um mecanismo de pesquisa vetorial otimizado para lidar com dados de alta dimensão, como embeddings. Ele armazena e recupera eficientemente os embeddings, facilitando pesquisas rápidas de similaridade.
  • Weaviate: O Weaviate é um mecanismo de pesquisa vetorial de código aberto adequado para gerenciar e consultar dados vetorizados. Ele oferece flexibilidade e escalabilidade, ideal para implementações de RAG que lidam com grandes conjuntos de dados.

3. Estruturas para geração de incorporação

  • TensorFlow: O TensorFlow fornece ferramentas e recursos para criar e gerenciar modelos de aprendizado de máquina. Ele oferece bibliotecas para gerar embeddings e integrá-los aos sistemas RAG.
  • PyTorch: O PyTorch é outra estrutura popular de aprendizagem profunda conhecida por sua flexibilidade e facilidade de uso. Ele oferece suporte à criação de modelos de incorporação e sua integração aos fluxos de trabalho do RAG.

4. Plataformas de integração do RAG

  • Transformadores de rostos abraçados: Essa biblioteca oferece uma ampla variedade de modelos pré-treinados, incluindo BERT e GPT, facilitando sua integração aos sistemas RAG. Fornece ferramentas para lidar com as incorporações e interações de modelos de linguagem.
  • GPT da OpenAI3 API: A API da OpenAI fornece acesso ao GPT-3, permitindo que os desenvolvedores utilizem seus avançados recursos de geração de linguagem. A integração do GPT-3 aos sistemas RAG pode melhorar a geração de conteúdo e a precisão das respostas.

5. Serviços em nuvem

  • AWS (Amazon Web Services) ou Azure: Os provedores de serviços em nuvem oferecem a infraestrutura e os serviços necessários para hospedar e dimensionar implementações de RAG. Eles fornecem recursos como máquinas virtuais, armazenamento e capacidade de computação adaptados para aplicativos de aprendizado de máquina.
  • Plataforma de nuvem do Google (GCP): O GCP oferece um conjunto de ferramentas e serviços para aprendizado de máquina e IA, permitindo a implantação e o gerenciamento de sistemas RAG em ambientes de nuvem privada.

6. Ferramentas de desenvolvimento personalizadas

  • Bibliotecas Python: Essas bibliotecas oferecem funcionalidades essenciais para a manipulação de dados, cálculos numéricos e desenvolvimento de modelos de aprendizado de máquina, cruciais para a implementação de soluções RAG personalizadas.
  • APIs personalizadas e Scripts: Dependendo dos requisitos específicos, pode ser necessário desenvolver APIs e scripts personalizados para ajustar e integrar os componentes do RAG na infraestrutura de nuvem privada.

Esses recursos desempenham uma função essencial para facilitar a geração de incorporação, a integração de modelos e o gerenciamento eficiente de sistemas RAG em configurações de nuvem privada.

Agora que você conhece os conceitos básicos do RAG para nuvens privadas, é hora de implementá-lo usando as ferramentas eficazes mencionadas acima.

Author

Oriol Zertuche

Oriol Zertuche is the CEO of CODESM and Cody AI. As an engineering student from the University of Texas-Pan American, Oriol leveraged his expertise in technology and web development to establish renowned marketing firm CODESM. He later developed Cody AI, a smart AI assistant trained to support businesses and their team members. Oriol believes in delivering practical business solutions through innovative technology.

More From Our Blog

Os 5 principais LLMs gratuitos de código aberto em 2024

Os 5 principais LLMs gratuitos de código aberto em 2024

Atualmente, os LLMs são onipresentes e dispensam apresentações. Quer você trabalhe com tecnologia ou não, é provável que já tenha encontrado ou esteja usando alguma forma de LLM diariamente. Os LLMs mais proeminentes atualmente incluem o GPT ...

Read More
Assassino do ChatGPT? O que o Gemini 1.5 significa para o futuro da IA do Google

Assassino do ChatGPT? O que o Gemini 1.5 significa para o futuro da IA do Google

Google vs OpenAI: o Google está ganhando? Depois de errar o alvo com o Bard no trem da propaganda da IA, o Google revelou recentemente seu mais recente produto de IA, o Gemini. Como parte desse lançamento, a Bard foi rebatizada como Gemini e agora ...

Read More

Build Your Own Business AI

Get Started Free
Top